segunda-feira, 11 de maio de 2015

Os banhos, suas tradiçoes e algumas receitas!

A tradição dos banhos é antiga. Os primeiros registros datam de 3000 a.C. no antigo Egito. Os egípcios acreditavam que, além de limpar o corpo, a água lavava a alma, curava doenças e revigorava o espírito. Outras civilizações antigas, como os gregos e romanos, adotaram a prática dos banhos não só como um simples ato de lavar-se, mas também como um ritual de purificação.
Alguns banhos ficaram muito famosos durante a história das civilizações. Entre eles estão os banhos de leite e mel de Cleópatra, para amaciar a pele, e os banhos de sangue de Elizabeth Bathory, que acreditava que o sangue de suas jovens criadas podia lhe dar a juventude eterna.
No entanto, a história do banho nem sempre foi a mesma. Durante os séculos XVI e XVII o banho também não era visto com bons olhos pela classe médica, que acreditava que o ato de banhar-se era uma via para contrair doenças, já que durante o banho os poros da pele se dilatavam demais e facilitavam a contaminação. Foi mesmo só no final do século XVIII que o banho passou a ser visto como um ato de manter a higiene e cuidar da saúde.
                                                Sabonete Pingente de Anjo

A partir da década de 1930, o banho voltou a ser algo que fazia parte da rotina de higiene e saúde das pessoas. E dai em diante tomar banho voltou a ser algo prazeroso. Com toda a evolução da medicina, as pessoas começaram a incrementar seus banhos com ervas e óleos essenciais, a fim de ter mais bem-estar e saúde.

                                              Sabonete Buque Provençal

Quem não gosta de chegar em casa depois de um dia cansativo de trabalho e se refrescar com um delicioso banho? Não tem nada mais revigorante que isso. Mas tomar banho é algo que vai muito além de lavar seu corpo. É também uma ótima terapia e pode ser feita facilmente em casa por todas as pessoas, desde bebês até idosos.


Hoje em dia os banhos terapêuticos são muito procurados e cada um tem uma propriedade e função diferente, dependendo dos ingredientes adicionados à água. Veja abaixo algumas dicas de banhos e suas propriedades. Depois basta desfrutar este momento de uma forma diferente.

BANHO CALMANTE PARA ADULTOS E BEBÊS

                                          (fotos dasmariablog)

Na banheira, coloque água na temperatura de 37°C a 40°C (meça com um termômetro para banheira) e acrescente uma colher de sopa de óleo vegetal de amêndoas doce com quatro gotas de óleo essencial de Lavanda. E não esqueça: como a pele dos bebês é extremamente sensível, o óleo essencial deve ser obrigatoriamente diluído em óleo vegetal de boa qualidade.
Benefícios e modo de uso:
Este banho pode ser tomado todos os dias, de preferência antes de dormir. Ele acalma e ajuda a ter uma noite de sono tranquila. Isso se deve às propriedades do óleo essencial de Lavanda, que é calmante e sedativo. Ainda ajuda a combater a insônia e a irritação. Além disso, ajuda na renovação celular, no relaxamento muscular e também protege contra as infecções, por ser um antiviral.
Já o óleo vegetal de amêndoas doce tem as propriedades de melhorar a elasticidade da pele e a circulação, além de prevenir irritações, inflamações e assaduras. Tudo isso devido às vitaminas e minerais que ele contém.
Vale lembrar que os adultos também podem fazer uso deste banho. Se for na banheira, siga as mesmas orientações acima. Caso opte pelo chuveiro, basta colocar as mesmas medidas de óleo vegetal e óleo essencial em uma jarra de água e, ao final do banho, despejar a mistura no corpo, do pescoço para baixo.
BANHO PARA CICATRIZAÇÕES E PÓS-PARTO
Este banho ajuda a promover a recuperação do corpo da mulher após o parto, seja ele natural ou cesárea. Também é excelente para qualquer outro tipo de cicatrização (escaras em pessoas acamadas, assaduras, queimaduras pós-sol, inflamações cutâneas, rachaduras mamária, cirurgias e machucados com cortes em geral). Além disso, não apresenta contraindicação.
Ingredientes:
  • 2 colheres (sopa) de flores de calêndula
  • 2 colheres (sopa) de flores de camomila
  • 1 colher (sopa) de flores de mil-folhas (Achillea millefolium)
  • 5 gotas de óleo essencial de Lavanda
  • 1 colher (sopa) de óleo vegetal de calêndula
Primeiro, coloque as ervas em um bule de chá e despeje por cima 1 xícara (chá) de água fervente. Tampe e deixe descansar por 10 minutos.
Benefícios e modo de uso:
Encha a banheira com água em temperatura até 36°C, de modo que fique até a altura da região a ser tratada, como o corte da cesárea, por exemplo. Despeje a infusão das ervas e, por último, acrescente o óleo vegetal de calêndula e pingue as gotas de óleo essencial de Lavanda. Permaneça por, no máximo, 10 minutos na banheira.
Caso não tenha banheira em casa, faça o famoso "banho de gato". Prepare a infusão das ervas, coloque em um recipiente adequado e acrescente os óleos. Tenha em mãos um pedaço de pano de algodão limpo (tipo fralda) ou uma gaze. Molhe o pano na mistura e passe delicadamente sobre os locais a serem cuidados. Para maior eficácia, molhe o pano e deixe sobre o local por 5 minutos. Repita o processo três vezes. Este banho deve ser feito apenas uma vez por dia, durante 15 dias.
                                                    Sabonete Lavanda

O óleo essencial de Lavanda e a flor da calêndula estimulam a regeneração celular e a cicatrização, enquanto o óleo vegetal absorve rapidamente na pele e possui propriedades adstringente, analgésica, anti-inflamatória, bactericida, calmante e cicatrizante. A mil-folhas também tem uma ação anti-inflamatória e a flor da camomila é sedativa e calmante.

BANHO REVIGORANTE
Este banho ajuda na recuperação muscular e no relaxamento após as atividades físicas.
Ingredientes:
  • 2 colheres (chá) de folhas de louro picadas
  • 1 colher (chá) de alecrim picado
  • 5 gotas de óleo essencial de capim-limão (lemongrass)
                                    Sabonetes Capim Limão e Limão Siciliano

Faça a infusão das ervas, colocando-as em um bule de chá e despejando por cima 1 xícara (chá) de água fervente. Tampe e deixe descansar por 10 minutos.
Benefícios e modo de uso:
Encha a banheira, de modo que a água fique até a altura do peito. Depois, despeje a infusão de ervas e o óleo essencial. Fique imerso na mistura de 15 a 20 minutos.
No chuveiro, proceda da mesma forma, fazendo a infusão de ervas. Coloque-a em uma jarra e pingue o óleo essencial. Tome banho normalmente e no final despeje o conteúdo da jarra no corpo, do pescoço para baixo.
Este banho deve ser feito pelo menos três vezes por semana, após as atividades físicas.
                                             Sabonete Alecrim com menta

Vale lembrar que o Alecrim é estimulante e pode elevar a pressão arterial. Por esse motivo, não deve ser usado por pessoas com pressão alta.

Todos os sabonetes deste post encontram-se em nossa loja virtual perfumepoesia.divitae.com.br

Um beijo, ótima semana e nos vemos em breve! <3


Fonte:http://www.personare.com.br/

terça-feira, 3 de março de 2015

Banho Sabonete de Sal Grosso e Ervas - Benefícios

Todos nós temos ao redor do nosso corpo físico um campo eletromagnético, composto por corpos sutis, que se denomina aura. As auras das pessoas e dos lugares funcionam como antenas que recebem e enviam mensagens entre si, que são decodificadas através da nossa intuição.
Quando passamos por situações estranhas, energias desequilibradas se agregam à nossa aura e permanecem lá por muito tempo provocando doenças.
Quando tomamos um Banho de Ervas limpamos a nossa aura fazendo com que ela volte a funcionar normalmente e harmonizando os nossos chakras que são túneis por onde entram as energias no nosso corpo físico.
Cada planta tem características próprias que interagem com as nossas energias provocando as mudanças necessárias. As ervas podem limpar, energizar, melhorar nossa auto-estima, tirar nosso cansaço, etc…

Relação de Ervas e suas Propriedades

  • Arnica – afasta a negatividade
  • Abre Caminho – novas forças
  • Açúcar – aceitação
  • Alho (palha) – proteção
  • Alecrim – clareza mental
  • Alpiste – prosperidade
  • Arruda – proteção
  • Anis Estrelado – aumenta a auto-estima
  • Água-de-arroz – calmante
  • Água-marinha (planta) – limpeza
  • Alfazema – mudança
  • Bulbo de cebolinha – tira o cansaço
  • Comigo-ninguém-pode – defesa
  • Camomila – limpeza (bactericida)
  • Canela – limpeza, força e prosperidade
  • Cravo da Índia – estimulante
  • Crisântemo branco – calmante
  • Crista-de-Galo (sementes) – calmante (hipertensão)
  • Contas de Rosário – concentração
  • Cenoura (folhas) – fraqueza
  • Dente-de-Leão – tristeza e anti-tóxico
  • Erva doce – boas energias
  • Espada de São Jorge – proteção
  • Folha de Pinheiro – limpeza
  • Folhas de Pêssego – dissolve densidades acumuladas
  • Folhas de Limão – corta energias negativas
  • Folhas de Manga – prosperidade
  • Folhas de Louro – prosperidade
  • Fumo – proteção
  • Flor de sabugueiro – calmante
  • Guiné – proteção e força
  • Girassol (sementes) – acelera as mudanças
  • Guaraná – aumenta as energias
  • Hortelã – aceitação
  • Inhame – força e limpeza
  • Levante – força, melhorar a auto-estima
  • Losna – corta a negatividade (raivas)
  • Macela – calmante (bom para insônia)
  • Manjericão – equilíbrio, renova as células do organismo
  • Pitanga (folhas) – melhora a circulação
  • Rosas brancas – limpeza
  • Rosas vermelhas – energia
  • Sementes de tangerina – para dores na coluna
  • Sálvia – rejuvenecimento

    Benefícios do banho de Sabonete com sal grosso ou escalda pés:

    Fisiológicos:
    - Ajuda a desintoxicar o corpo e afastar os vírus.
    - Estimula a circulação natural para a melhoria da saúde
    - Ajuda a aliviar o pé do atleta, calos e calosidades.
    - Relaxa a tensão, dores musculares e nas articulações.
    - Ajuda a aliviar artrite e reumatismo
    - Ajuda a aliviar a dor lombar crônica

    Benefícios estéticos:
    - Tira as impurezas da pele
    - Alivia irritações da pele como psoríase /eczema.
    - Alivia comichão, ardor e picadas.
    - Suaviza e amacia a pele. Incentiva a pele se renovar.
    - Ajuda a curar as cicatrizes.
    - Restaura o equilíbrio a umidade da pele.

    Ocupacional:
    - Alivia o cansaço, os pés doloridos e os músculos da perna
    - Alivia a tensão nas mãos e punhos.
    - Ajuda a aliviar lesões ocorridas nas práticas esportivas.

    Psicofísica:

    - Proporciona um relaxamento profundo
    - Ajuda a aliviar o estresse e tensão




  • Nosso Sabonete Xô Uruca é feito com glicerina hipoalergênica, ervas (macela, erva doce e alecrim), manteiga de cupuaçu, extrato glicólico de mel e com delicioso aroma de alecrim e arruda!

    Embalado um a um, e envolto em fitinha do Bonfim.

    Para um banho refrescante e energético!


    Também trabalhamos com escalda pés e esfoliante corporal de sal grosso e menta!

    Visite nossa loja, e depois de feita sua compra, digite "positividade" no campo "Mensagem" e ganhe uma linda lembrança!

    perfumepoesia.divitae.com.br


    (fontes: Akasha, http://sullahterapias.com.br)

sábado, 8 de novembro de 2014

Cuidados com a pele no verão



Durante o verão, aumentam as atividades realizadas ao ar livre. A radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando o risco de queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Por isso, não podemos deixar a fotoproteção de lado. Veja a seguir dicas para aproveitar a estação mais quente do ano sem colocar a saúde em risco.

Roupas e acessórios

Além do filtro solar (nosso de todo dia), no verão é importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois  retêm cerca de 90% das radiação UV.  Tecidos sintéticos, como o nylon, retêm apenas 30%. Evite a exposição solar entre 10h e 16h (horário de verão). As barracas usadas na praia devem ser feitas de algodão ou lona, materiais que absorvem 50% da radiação UV.  Outro objeto que tem extrema importância são os óculos de sol, que previnem cataratas e lesões á córnea. 

Filtro solar

O verão é o momento de intensificar o uso de filtro solar, que deve ser aplicado diariamente, e não somente nos momentos de lazer.  Os produtos com Fator de Proteção Solar (FPS) 15 ou 20 podem ser usados no dia a dia; e o FPS 30 ou superior  é ideal para uma exposição mais longa ao sol (praia, piscina, pesca etc.).
O produto deve proteger contra os raios UVA (indicado pelo PPD) e contra os raios UVB (indicado pelo FPS). Aplique o produto 30 minutos antes da exposição solar, para que a pele o absorva. Reaplique-o a cada duas horas, mas fique atento, esse tempo diminui se houver transpiração excessiva ou se você entrar na água. Aplique o protetor uniformemente em todas as partes de corpo, isso inclui mãos, orelhas, nuca, pés
Uma dica bacana é que o uso de fluidos siliconados nas pontas dos cabelos impede que eles se danifiquem com o vento, calor ou maresia. Não se esqueça de proteger as cicatrizes. Quando novas podem ficar escuras se não forem protegidas. Se antigas podem desenvolver tumores na pele, apesar de ser um evento raro. Pode ser colocado o filtro na própria cicatriz ou protegê-las com adesivos ou esparadrapos.
Em crianças, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele sensível da criança, de preferência os filtros físicos. Você pode pedir orientação a um pediatra ou a um dermatologista sobre qual o melhor tipo para cada caso. É preciso que as crianças e jovens criem o hábito de usar o protetor solar diariamente, pois 75% da radiação acumulada durante toda a vida ocorre na faixa entre 0 e 20 anos.
Alerta: As pessoas de pele negra têm uma proteção “natural” da pele, pela maior quantidade de melanina produzida, mas não podem esquecer da fotoproteção, pois também estão sujeitas a queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Assim como as pessoas de pele mais clara, precisam usar filtro solar, roupas e acessórios apropriados diariamente. Ótimo! 

HÁBITOS DIÁRIOS

As temperaturas mais quentes exigem hidratação redobrada, por dentro e por fora. Aumente a ingestão de líquidos no verão e abuse da água, suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplique um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%.
Alguns alimentos podem ajudar na prevenção dos danos que o sol causa à pele, como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenóides, substância que se deposita na pele e retém as radiações ultravioletas. Esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha.
No verão estamos mais dispostos a comer alimentos saudáveis, carnes grelhadas, alimentos crus e cozidos. Frutas e legumes com alto teor de água e com baixo teor de carboidratos e muitas fibras também são muito comuns nesta época. Aposte nestes alimentos para ajudar na hidratação do corpo, prevenir doenças e os sinais do envelhecimento.

No banho, use sabonetes compatíveis com o tipo de pele. A temperatura da água deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento.
 

DOENÇAS DE PELE

A combinação sol, praia, areia ou piscina mais o excesso de suor elevam o risco de algumas doenças da pele. Saiba mais a seguir.

Micoses

As micoses podem se manifestar na pele, no couro cabeludo e nas unhas. Vale lembrar que ninguém está livre delas, crianças, jovens, adultos e idosos. Os pés, a virilha e as unhas são os lugares mais comuns em que elas aparecem, mas isso não significa que outras partes do corpo estejam livres das terríveis micoses. São infecções causadas por fungos que se alimentam da queratina presente nesses locais. Quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como: calor, umidade, baixa de imunidade ou uso de antibióticos sistêmicos em longo prazo, estes fungos se reproduzem e passam então a causar a doença.
A melhor forma de evitar as micoses é mantendo hábitos de higiene, como: secar-se após o banho, principalmente áreas de dobras da pele, como virilha, entre os dedos dos pés, axilas. Não andar descalço em pisos constantemente úmidos (lava-pés, vestiários, saunas). Usar somente o seu material de manicure. Evite usar calçados fechados o máximo possível.  Opte pelos mais largos e ventilados.

Brotoejas

Aquelas pequenas bolinhas na pele também costumam dar o ar da graça nos dias de calor. Elas surgem principalmente em bebês por conta do contato da pele com o suor nas “dobrinhas” da pele ou das roupas. Elas aparecem quando há entupimento das glândulas sudoríparas. Podem ser bolhas transparentes e podem não coçar quando a obstrução for superficial; ou avermelhadas e coçarem muito quando a obstrução dos canais das glândulas por mais profundo. Usar roupas frescas no calor, evitar locais muito abafados que propiciam a sudorese excessiva, são algumas dicas para evitar brotoejas, principalmente em pessoas predispostas.

Manchas e sardas brancas

As manchas e as sardas brancas surgem devagar e quando menos se espera, elas estão lá fixadas na pele como mini-pontinhos. Elas são danos que os raios solares causaram na pele e aparecem como tempo.
As manchas são conhecidas como manchas senis, ou melanoses solares. Em geral, são manchas escuras, de coloração entre castanho e marrom, geralmente pequenas. Surgem em áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mãos e dos braços, o colo e os ombros.
As sardas brancas aparecem quando há ação acumulativa da radiação solar sobre áreas de pele expostas ao sol de forma prolongada e repetida ao longo da vida, provocando alterações nos melanócitos.
A melhor forma de evitá-las é não se esquecendo do protetor solar para que não apareçam novas lesões. As manchas e sardas têm tratamento, feito por um dermatologista especializado. Ele irá avaliar sua pele e as lesões e indicar o melhor tratamento.
Essas lesões são benignas, não evoluem para o câncer da pele; entretanto, são marcadores de fotoexposição e fotodano. Por esse motivo, o acompanhamento regular desses pacientes com dermatologista, é fundamental para uma perfeita avaliação e acompanhamento.

Acne solar

É provocada pela mistura da oleosidade da pele com o uso do filtro solar. Lave o rosto com sabonete ideal para o tipo de pele, use tônicos mais adstringentes e procure usar filtros solares com base aquosa ou em gel, esses produtos deixam a pele mais seca, o que pode diminuir a oleosidade da pele.

(fonte:www.sdb.com.br) 

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Como Escolher o Sabonete Ideal para Você !

Ao escolher, o consumidor deve atentar para o pH do sabonete, ou seja, o potencial hidrogeniônico do produto e verifi car se é compatível com o da pele”, afirma Paula Colpasdermatologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). De acordo com a profissional,o pH pode variar numa faixa até 14, sendo que quanto mais próximo do 0, mais ácido; já se o valor está mais para 14, mostra um pH alcalino. O pH 7 é considerado neutro. Os sabonetes devem ter pH próximo ao da pele (que fica entre 5,4 e 5,6), para evitar alterações na acidez cutânea.

Cada tipo de sabonete, uma característica.
É importante saber que os sabontes têm componentes distintos e o que cada um deles pode fazer para apele. Os sabontes em barra são compostos de ácidos graxos de origem animal ou vegetal e possuem um pH na faixa de 8 a 9,5 (pH alcalino). Já os líquidos contêm detergentes e, geralmente, têm a vantagem de ficar com o pH mais próximo da neutralidade, podendo variar do mais ácido até o alcalino. Durante osbanhos, os especialistas recomendam optar pelas versões líquidas, por serem mais hidratantes. "Os sabonetes  em barra tendem a deixar a pele mais ressecada, pois na maioria das vezes há em sua fórmula soda cáustica e gordura animal. A função do sabonete é limpar a camada mais externa da pele, mas alguns removem a camada natural que ela possui", afirma Carolina Marçon, mebro da Sociedade Brasileira de Demartologia.

Diferentemente das outras partes do corpo, os
 órgãos genitaispodem ser higienizados mais de uma vez ao dia. O ideal é que os sabonetes íntimos sejam usados a partir da adolescência porhomens e mulheres. Existem diversos componentes nos sabonetes íntimos (como glicerina e ácido lático, por exemplo) que tentam manter o pH mais próximo do desejado na área genital. Nas mulheres, o produto deve ser usado apenas externamente, pois as duchas vaginais podem causar infecções, alergias e corrimentos. "O sabonete íntimo é indicado porque seu pH, que é ácido, mantém o pH vaginal também ácido. Dessa forma, os micro-organismos e lactobacilos presentes ali para proteger a mulher se mantêm vivos" diz Carolina.Os especialistas não aconselham o uso de sabonetes em barra para a limpeza dos órgãos genitais, pois além de aumentarem o risco de contaminação, por serem compartilhados por outras pessoas, ressecam ainda mais a pele. De acordo com o Guia Prático de Condutas sobre a Higiene Genital Feminina, desenvolvido pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), dificilmente só a água elimina ascélulas mortas e secreções. Para Paulo Giraldo, ginecologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o pH das genitais femininas varia conforme a idade. “Os sabonetes para essa área são testados dermatologicamente e dificilmente trazem problemas à saúde, a não ser quando usados de forma inadequada ou em excesso, podendo provocar o ressecamento da região”, expõe.

 

O produto indicado para a sua pele

Com tantas opções na hora de comprar, podem surgir algumas dúvidas sobre qual é o melhor sabonete. De acordo com Carolina, é preciso levar em conta o benefício que ele pode trazer para o tipo característico de cada pele. “Dar uma boa olhada no rótulo
a melhor maneira de descobrir o produto ideal. Além disso, sempre é válido consultar um dermatologista, para que avalie adequadamente sua pele e indique com precisão o melhor sabonete para cada situação”, afirma. Confira outras dicas:
Pele seca: necessita de uma limpeza mais eficiente e muita hidratação. Para evitar o ressecamento, o ideal é usar sabonetes com óleos vegetais, sem álcool, óleo de amêndoas, extrato de semente de uva e manteiga de karité

Pele oleosa: requer limpeza eficiente e hidratação leve. Recomendam-se produtos mais detergentes (sabonetes líquidos ou em gel), com ação adstringente e que consigam controlar a oleosidade. Procure sabonetes que tenham na fórmula ácido salicílico, enxofre, sulfacetamina sódica, própolis e hamamélis.

Pele normal: o produto deve ser moderadamente hidratante, com ingredientes como cânfora e alantoína e dê preferência a sabonetes neutros.

Pele sensível: opte por sabonetes neutros, líquidos ou em gel e destinados a bebês e crianças, que são menos agressivos. Procure por substâncias calmantes, como camomila



.                                                         
                   http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto-81976-sabonete-violeta
 


                      http://perfumepoesia.divitae.com.br/produto-48408-sabonete-coracao-vermelho